100 ÁRVORES SINGULARES*

proposto por Hélder Folgado *Leia-se: Sem Árvores Singulares OBJETIVO Apelar ao Governo Regional da Madeira e à Assembleia Legislativa que se crie a devida regulamentação para que assim seja possível, a qualquer cidadão, propor uma árvore ou um conjunto de árvores a património natural. Desta forma, aprofundam-se significativamente as relações que a sociedade tem comContinue a ler “100 ÁRVORES SINGULARES*”

as nossas árvores

Equilíbrio, As Nossas Árvores é um roteiro cultural alternativo que cobre árvores interessantes do Funchal. Com um aplicativo móvel, os utilizadores poderão adquirir informação sobre essas árvores, assim como aceder a criações de artistas e histórias locais dedicadas a cada uma dessas árvores. Ao se assinalarem interdisciplinarmente as variadíssimas importâncias destes seres vivos fantásticos, nãoContinue a ler “as nossas árvores”

VOLUNTARIAMENTE SOBERANOS

Repensar e redesenhar o sistema de formação, organização e alocação de voluntários no campo da produção, processamento e distribuição alimentar. Dar mais poder aos produtores locais e a processos de distribuição económica. Recusar o capital simbólico que os supermercados monopolistas querem alavancar com os seus míseros (ainda que altamente performativos) atos de filantropismo e assistencialismo.

CORREDOR DA MORTE: Festival de Música Hardcore

Sendo que o acimentamento mafioso (socioeconomicamente condenável, ecologicamente e eticamente condenável) de mais uma ribeira significa morte, sugiro tratarmos as coisas pela nome. Muda-se o nome da ribeira do atual para Corredor da Morte e inaugura-se este evento histórico com um grande festival de Doom e Death Metal, para toda a gente perceber o que se passa.

100 ÁRVORES SINGULARES*

proposto por Hélder Folgado *Leia-se: Sem Árvores Singulares OBJETIVO Apelar ao Governo Regional da Madeira e à Assembleia Legislativa que se crie a devida regulamentação para que assim seja possível, a qualquer cidadão, propor uma árvore ou um conjunto de árvores a património natural. Desta forma, aprofundam-se significativamente as relações que a sociedade tem comContinue a ler “100 ÁRVORES SINGULARES*”