VOLUNTARIAMENTE SOBERANOS

Repensar e redesenhar o sistema de formação, organização e alocação de voluntários no campo da produção, processamento e distribuição alimentar. Dar mais poder aos produtores locais e a processos de distribuição económica. Recusar o capital simbólico que os supermercados monopolistas querem alavancar com os seus míseros (ainda que altamente performativos) atos de filantropismo e assistencialismo.